Blog
Almanaque

Alexandre Cherman

Começos e recomeços

Esta não é a primeira vez que alguém tem a coragem de me dar um espaço permanente para escrever. Acho que o primeiro compromisso desse tipo que tive foi com a coluna “Curiosidade do Mês” que era publicada no folder da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, minha casa fora de casa.

Comecei em fevereiro de 1998, escrevendo sobre o Carnaval e o Big Bang. (Eu explico: a campeã do ano anterior tinha sido a Viradouro, com o enredo “Trevas! Luz! A Explosão do Universo!”). O texto ainda deve estar disponível em algum lugar desta imensa rede de conexões… Enfim, comecei em fevereiro de 1998 e só parei uns dez anos depois!

writing

Enquanto fazia isso, cheguei a ter uma coluna no site do Instituto Ciência Online. Também não sei que fim levaram aqueles textos, mas devem estar por aí, em algum lugar. E, por um breve, mas muito feliz, período, participei com um grupo de amigos da finada “Facção Científica”. Ali, eu tinha uma coluna chamada “Refrações”. Sobre ela eu certamente vou falar em um próximo post…

Mas, por ora, quis apenas ilustrar que já tive minha parcela de “textos de estreia”. E eis-me aqui, frente a frente com mais um começo. Ou seria um recomeço? Um pouco de cada, já que eu nunca deixei de trabalhar com isso, a publicação de textos. A maior parte do meu trabalho escrito pode ser encontrada no site da própria Fundação Planetário. Tenho alguns livros publicados também, três deles pela Zahar.

Mas se nunca parei de escrever, esse post de estreia pode realmente ser um começo? Talvez seja o começo de uma nova relação com os leitores, de novos leitores até.

Comecemos, então! ■

 

Enquanto o novo ano não vem...