Blog
Almanaque

Alexandre Cherman

Dia do Astrônomo

Vamos dar outra pausa em nossa série sobre a história do calendário…

Na semana que passou, minha timeline no Facebook foi inundada por felicitações sobre o Dia do Astrônomo (ou, várias vezes, pelo Dia da Astronomia), em 2 de dezembro. Mas por mais que eu goste da atenção recebida e de todos os bons pensamentos, sinto-me na obrigação de dizer que esse dia não é assim tão oficial quanto possa parecer.

Primeiro: definitivamente não é o Dia da Astronomia. O nome correto é Dia do Astrônomo. E não é uma data nacional. Oficialmente, é uma data estadual, válida no Rio de Janeiro (até onde eu sei; desconheço a legislação individual de cada estado brasileiro). Foi criado pela governadora em 30 de agosto de 2006 (lei #4835).

Por que 2 de dezembro? É o aniversário de nosso segundo (e último) imperador, D. Pedro II. Ele era astrônomo amador, e um grande entusiasta das ciências em geral. No seu governo, o Observatório Imperial floresceu aqui no Rio.

Curiosidade: se você buscar no Google, em português, por “Dia da Astronomia”, encontrará várias referências sobre o 8 de abril, “Dia Internacional da Astronomia”. Curiosidade maior ainda: a maioria esmagadora das referências estão em português, indicando que este dia não é tão internacional assim. E, pior ainda, não consegui achar uma única referência confiável que me indicasse a origem desta data!

Há, de fato, uma “verdadeira” data internacional para a Astronomia (as aspas são necessárias, pois esta data não tem o reconhecimento nem da IAU nem da ONU). Ela está ligada às fases da Lua e é, portanto, realmente astronômica!

Foi criada pelo astrônomo americano Doug Berger, então presidente da Sociedade Astronômica da Carolina do Norte, em 1973. Ele achou que seria uma boa ideia, e que tornaria a Astronomia mais popular. Decidiu, informalmente, dedicar um sábado próximo ao Quarto Crescente da Lua de abril (ou maio) como o Dia da Astronomia.

A ideia lentamente se espalhou pelo mundo e muitos países a adotam hoje. Curiosamente, desde 2007, há uma segunda data, para o Hemisfério Sul, durante nossa primavera. Em 2014, o Dia da Astronomia no Norte foi 10 de maio. O Dia da Astronomia do Sul foi 4 de outubro.

Não importa muito o dia, o importante é olharmos sempre para o céu! ■

 

Interstício
Atravessando o mar estreito